quinta-feira, março 10, 2005

CADA UM C/ SEUS PROBLEMAS



  1. Hunter S. Thompson em pessoa... Posted by Hello




Março começou mal, com a notícia da morte de Hunter S. Thompson. Talvez este nome não signifique nada p/ vc, mas p/ mim o velho "Gonzo" sempre foi uma das principais influências. Um dos criadores do estilo "new journalism", que unia o texto jornalístico à narrativa literária, Thompson foi o jornalista mais chapado da história. O auge da sua produção foi durante os anos 60 e 70, época em que trabalhou como repórter da Rolling Stone e escreveu suas principais reportagens e lançou seus melhores livros: "Las Vegas na Cabeça", que virou filme do Terry Gillian c/ o Johnny Depp interpretando o Hunter (no Brasil esse filme é conhecido como "Medo e Delírio em Las Vegas", uma tradução mais literal do título original); e "Hells Angels", que foi lançado no Brasil no ano passado. Os dois livros são muito fudidos, o cara realmente entrava de cabeça nas suas reportagens, cometia excessos de todos os tipos, e escapou da morte algumas vezes. Até que, dia 20 de fevereiro, aos 67 anos, H.S.Thompson decidiu que já tinha dado p/ ele, e meteu uma bala no meio dos cornos, que nem o Hemingway. Talvez as drogas já não estivessem fazendo o mesmo efeito. Talvez ele tenha apenas se enchido desse mundinho de merda em que estamos vivendo.
Os anos 2000 começaram muito chatos. Não rola nada legal na música, no cinema, as únicas manifestações de arte que prestam estão nos corpos e muros, gente demais no mundo, a direita dominando o cenário político mundial, porra, tá foda. Talvez, se eu já tivesse lançado uns dois livros legais, metesse uma bala na cabeça também. Mas ainda não tá na hora. E eu nem sei se vou lançar mesmo um livro algum dia. No momento, tá difícil apenas SOBREVIVER. Quando voltei de uma temporada no RJ, final do ano passado, achei que ia arrumar um emprego assim que voltasse pra casa, mas já estamos no mês 3 e até agora nada. Estive em meia dúzia de empresas, os principais jornais, TVs e agências. Fui bem-recebido e até elogiado em todos esses lugares, mas não contratado. Veja bem, sou jornalista, tenho carteira assinada como editor de vídeo, e ainda tiro uma onda de "designer gráfico", e mesmo assim tudo o que arrumo são bicos. Talvez seja porque eu já passei dos 25. Talvez seja o piercing na cara. Ou as pontas queimadas dos meus dedos. Não sei. Ano passado o Brasil apresentou um crescimento de 8% nas estatísticas de emprego, o que certamente não me inclui.
O último freela que descolei foi p/ criar o logotipo de um canil. Eu e minha vida de cachorro. Tenho 30 anos e moro na casa dos meus pais. Fudido e mal-pago. Já saí de casa uma pá de vezes, mas sempre volto porque o dinheiro sempre acaba. Além disso, um dos meus irmãos está doente, tem que tomar uns tarja preta que causam um efeito colateral muito sinistro, às vezes o moleque apaga e cai. Meus pais estão velhos, e meu coroa se encontra atolado em dívidas. Não é fácil. Tenho me sentido como o Fritz, do Robert Crumb, naquela história "O Inútil". Não há muito que eu possa fazer por enquanto, e isso é foda.
As notícias do início do mês também não foram muito boas aqui na área. Os dois fatos mais relevantes das duas últimas semanas foram um incêndio cabuloso numa área de proteção ambiental, a Serra de Itabaiana, dia 01; e um assalto espetacular à agência central da Caixa Econômica, dia 03. Foi o assalto mais sofisticado que já aconteceu por aqui: um grupo de 15 assaltantes fez de reféns as famílias de três gerentes do banco, invadindo suas residências na meia-noite da véspera do assalto; no dia seguinte, fizeram os gerentes entrarem no banco com explosivos amarrados aos corpos e retirarem R$ 200.000 em dinheiro e mais as jóias que estavam no cofre de penhores. No fim, todos os reféns foram libertados e os ladrões ganharam o mundo. Sim, o mundo é dos ladrões.
No entanto, apesar da minha visão pessimista da realidade, ainda acho que podia ser pior. Se compararmos nosso século ao início do séc.XX, veremos que não estamos tão mal assim. A primeira metade do século passado foi extremamente conturbada: a Europa se arrasou c/ 2 Guerras Mundiais, os EUA quebraram c/ a queda da bolsa de N.Y. e só se ergueram c/ a vitória na 2ª Guerra; o nazismo e o comunismo exterminaram milhões de pessoas, no ocidente e no oriente, isso sem falar nas pequenas guerrilhas e revoltas que também fizeram suas vítimas. A diferença é que hoje ficamos sabendo de tudo mais rapidamente, quase ao mesmo tempo em que os fatos acontecem, e isso é que faz a coisa parecer tão fedida. A humanidade fede há muito tempo, só que agora temos mais consciência disso.
Por isso, não adianta esquentar muito c/ essas fitas. Neste início de mês voltou a dar onda no pico em frente à minha casa. Como eu estou desempregado, tenho tempo de sobra pra ficar na praia, queimando os dedos, esperando o mar pegar fogo pra comer peixe assado. Nem tudo está perdido.

@dolfo s@´ - jornalista-gonzo, homem-brasa, gosta de surf e dos livros do Hunter Thompson.

3 comentários:

Clinica de Massagem disse...

Site de previsao de ondas waves [url]www.previsaodosurf.com.br[/url]
Terraplenagem Barreto abc [url]www.barretoabc.com.br[/url]
Casa de massagem [url]www.clinicavip.com.br[/url]

Previsao do Surf disse...

Site de previsao de ondas waves [url]www.previsaodosurf.com.br[/url]
Terraplenagem Barreto abc [url]www.barretoabc.com.br[/url]
Casa de massagem [url]www.clinicavip.com.br[/url]

Terraplenagem disse...

Site de previsao de ondas waves [url]www.previsaodosurf.com.br[/url]
Terraplenagem Barreto abc [url]www.barretoabc.com.br[/url]
Casa de massagem [url]www.clinicavip.com.br[/url]