terça-feira, dezembro 05, 2006

A PONTE
Moro na Praia da Costa há quase 5 anos. A Costa é a parte virada pro oceano da Ilha da Sta.Luzia, mais conhecida como Barra dos Coqueiros. A outra parte da ilha fica de frente a Aracaju, capital do menor estado do Nordeste - e um dos melhores de se viver. Desde sempre, p/ irmos de uma cidade à outra, usávamos barcos - ferry-boats ou lanchinhas chamadas de "tototó". Em setembro, foi inaugurada a Ponte Aracaju-Barra, após dois anos de construção. É "a maior obra de engenharia de Sergipe", que "entra pra história como a maior ponte urbana do Nordeste e a segunda do gênero do país", segundo o release amplamente divulgado pela imprensa local. O secretário de infra-estrutura gosta de destacar o sistema c/ que foi construída ("estaiamento") e a iluminação dos pilares centrais em led, "moderníssima, sem similaridade no Brasil". Realmente, a ponte é um avanço inevitável, e sua estrutura é atualíssima. A sua base no lado continental fica no Bairro Industrial, zona norte, onde minha namorada se criou e vive até hoje. Seu Joselito, que vive no bairro há 43 anos, está animado c/ a novidade. "A ponte trará benefícios p/ o bairro. Aqui não era nada, agora muita gente vem, tanto pra conhecer como pra passear - e tomar uma cervejinha no meu bar", comemora. Três meses após a inauguração, no entanto, quase nada mudou na Zona Norte, a área mais antiga de Aracaju. Na Barra, fora a facilidade na locomoção, os outros problemas continuam os mesmos. A autopista que liga o município à praia nunca teve iluminação nos postes, o que sempre gerou acidentes, alguns fatais, geralmente causados por animais na pista. Eu mesmo vivi uma experiência dessas, após bater de frente em um cavalo a 80 km/h, numa noite de domingo. Isso foi em 2005. Agora, quase 2007, os acidentes estão acontecendo na cabeceira da ponte, escura como a estrada de madrugada. Já houve casos de atropelamentos e derrapagens. Um irmão de uma amiga está no hospital, c/ risco de não voltar a andar. A última sobre a ponte ocorreu ontem: foi encontrado o cadáver de um homem c/ quatro facadas no corpo aos pés da construção, na beira do rio. Do lado da Barra.
Não é o Oriente Médio: inauguração da Ponte Aracaju-Barra em grande estilo

3 comentários:

o príncipe disse...

Uma coisa interessante é que essa ponte seria a plataforma para a reeleição do gov.João Alves, mas acabou sendo um cavalo de tróia: por causa do dinheiro que o governo injetou na ponte e deixou de enviar pro interior, ele acabou perdendo as eleições pra Marcelo Déda.

natidred disse...

Pior é que essas merdas tão rolando mesmo c/ 2 barreiras policiais, uma de cada lado da ponte!

Viva La Brasa disse...

Política & polícia, dois males necessários?... Bom, a ponte com certeza é um upgrade: ficou mais fácil ir & vir, e por causa dela vou tirar minha habilitação de moto (é embaçado passar sem carteira pelas blitzes)... Foda é que eu tava a fim de comprar uma casa pra mim, e depois da ponte os preços dos imóveis na ilha inflacionaram fudidamente...