sábado, julho 07, 2007

VÍCIOS
Sid, o maior garoto-propaganda do punk

Sexo, drogas & rock’n’roll. Além de clichês, são também alguns dos meus vícios. Ficou em cartaz por 2 meses em São Paulo a exposição “Rockers”, do fotógrafo americano Bob Gruen, um cara que acompanhou a cena rock dos últimos 40 anos e ainda está na ativa. A exposição acabou mas virou livro.
Todos os grandes nomes foram retratados por ele: Elvis, Lennon, Dylan, Marley, Bowie, Iggy, Ozzy, Kiss, Led Zep... até Green Day e White Stripes. Mais do que isso, Gruen viu nascer o movimento punk, tanto nos EUA c/ Ramones quanto na Inglaterra c/ Sex Pistols, e como se isso fosse pouco, tornou-se amigo de todos eles e conseguiu as fotos mais legais já registradas desse período. Uma em particular do Sid Vicious tocando todo fudido e ensangüentado resume toda a história.
Sid não foi o punk mais perigoso que já existiu, mas foi talvez o mais fotogênico, e como era bem bagaceiro, sua imagem acabou associada p/ sempre ao movimento. Foi chamado p/ tocar baixo no Sex Pistols quando era batera da Siouxie & The Banshees, mas tinha mais talento p/ injetar heroína na veia do que fazer música. Como todos sabem, os Pistols não duraram nem um ano na ativa após o lançamento de “Nevermind the Bollocks...”, e Sid tentou uma carreira solo cujo ponto mais alto foi a versão punk de “My Way” de Frank Sinatra. Em outubro de 1978, sua namorada Nancy morre esfaqueada no quarto de hotel que dividiam e Sid é o principal suspeito. Logo em seguida, Sid passa 55 dias preso por acertar uma garrafada no rosto do irmão de Patti Smith, e no dia seguinte à sua libertação, morre de overdose. Esta história é contada em detalhes no filme “Sid & Nancy – o amor mata”, de 1986.E também está no livro Mate-me Por Favor, de Legs McNeil e Gilian McCain, narrado pelos protagonistas: Velvet Underground, Stooges, MC5, Ramones, Television, Blondie, N.Y.Dolls, Dead Boys, The Clash, Whores of Babylon, todos contando histórias de brigas, drogas, prostituição, promiscuidade, autodestruição e, às vezes, até música. Tá tudo lá, desde a viadagem de Lou Reed até o niilismo de Dee Dee Ramone, passando por todas as loucuras de Iggy Pop – que não foram poucas. O quarto do Scott Asheton na “Fun House” dos Stooges tinha as paredes decoradas c/ marcas de sangue dos viciados que frenqüentavam o lugar p/ tomar pico. Wayne Kramer, guitarrista do MC5, passou vários anos preso por tráfico de drogas. Johnny Thunders, do New York Dolls, morreu de overdose. Os Dead Boys eram tão fodidos que, quando não levavam facadas em brigas, acabavam nocauteados por pedestais de microfone em shows. Richard Hell (Television): A cena junkie era como o sexo, pura farra.”
Livros e gibis, outros dos meus vícios... Punk rock & quadrinhos sempre andaram juntos na minha vida. Aos 10 anos, eu já ouvia
Camisa de Vênus (c/ seus hits “Sílvia”, “Eu Não Matei Joana D’arc” e “Beth Morreu”) e lia Chiclete com Banana, o genial gibi do Angeli, que hoje é mais conhecido por suas tiras na Folha de S.Paulo e suas charges políticas matadoras. Um amigo meu escondia suas Chiclete junto c/ as revistas pornô, era uma espécie de leitura proibida p/ nossa idade. Esta semana descolei a antologia
das primeiras edições (apenas R$ 5,90), lançada num esquema de parceria pelas livrarias Devir e Sampa. Serão 16 edições compilando material de 1985 a 1995, incluindo aí as histórias da Rê Bordosa, Mara Tara, Skrotinhos, Bibelô, Osgarmo, Meia Oito, Wood & Stock, Los 3 Amigos e Bob Cuspe, o punk moicano que eu gostava de desenhar no caderno durante as aulas. Bob Cuspe foi o meu ticket p/ o submundo punk: inspirado no personagem que morava no esgoto e cuspia na cara da sociedade, passei a pixar muros e usar calças rasgadas no final dos anos 80.
Você sabia que o nome “PUNK” vem de um fanzine que retratava a cena rocker do C.B.G.B., em Nova Iorque?
“Enquanto eu estava na cadeia, um dos meus camaradas comprou uma assinatura da revista Billboard p/ mim. Comecei a ler sobre os Ramones (...). Então todos aqueles artigos diziam que aquele tipo de banda era inspirada no MC5 e, onde eu estava, ‘punk’ não tinha uma boa conotação. Por isso eu jogava os artigos na privada, porque na cadeia um punk é alguém que eles submetem e fazem de namorada. Sabe como é: ‘Vou fazer você ser minha punk’ – e você podia ser morto por esse tipo de coisa, certo?” Wayne Kramer (MC5), “Mate-me Por Favor.

Quadrinho de Angeli publicado na Chiclete #1
Por Adolfo Sá (Viva La Brasa)
trilha sonora: The Stooges - The Weirdness (2007)

7 comentários:

Vinícius Vicious disse...

Matador!!! Mlhor post at aki! Punk na veia!!! Mas me diz, se o Sid q era viciado em hero,matou a namorada a facada, foi preso por causa d1a garrafada & dpois mrreu de overD., se ele ñ era o + perigoso, qm era?!.... VxVx07

Escarro Napalm disse...

Valeu, curti tanto que reproduzi (dando credito e colocando o link pro blog, claro) na comunidade do PROGRAMA DE ROCK no orkut - http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=30908568

Pow, capa massa essa do please kill me, bem melhor que as das edições brasileiras ...

Julho disse...

Olá irmão, tudo bem?

Que coincidência, esse seu endereço do blog, vivalabrasa era meu a aaaanos atrás, logo no inicio do blogger.com mas como desisti e cancei de postar mensagens cancelei,

Tentei entrar com minha senha dinovo e percebi então que outra pessoa tinha registrado o viva la brasa, que era o nome da minha banda na época.

Bem, pelo menos é um blog bem legal e cultural, curti bastante, sou de sampa e você? de onde é?

Ate mais, abraços.

alysson disse...

quem não tem seu vício, ou pelo menos uma maniazinha, que atire a 1ª pedra. brincadeira a parte, seria uma boa se parte do movimento punk pudesse ser resgatado, tá faltando hoje em dia algo que passe na cara de muito play boy rebelde sem causa, que ele não sabe do que está falando.

velho, se me permite uma sugestão pro proximo post, analise essa: o dinheiro investido nos jogos panamericanos não poderia ter sido melhor aproveitado se fosse empregado na educação, saúde, segurança pública, etc.

Viva La Brasa disse...

1) Alysson, my brotha, este mês tá 1/2 foda atualizar o blog, minha vida tá mó doideira, mas acho que esses caras já disseram tudo o que eu poderia dizer sobre o Pan:
http://apalhacadadopan.blogspot.com/
2) Julho, qualquer semelhança é mera coincidência, eu nunca tinha ouvido falar da sua banda, mas pelo nome devia ser boa, hehehe...
3) Vinícius, espero que vc não seja emo... Se quer saber de um punk que representava perigo pra sociedade, te apresento G.G.Allin:
http://ggallin.com/

sk8ando pela vida disse...

Manda Dolfo ! hauhauhauhau
eu sabia que era só eu dar um jeitinho de descobrir um pouco sobre sua vida que iria tirar a prova que você é mó otário! A Gil tá com você esse tempo todo porque não sabe das suas tretas pela vida. Já ouviu falar em Bluster? é um site que me falaram pra pegar senha de otário como você, já descobri que sua senha é "aperipe", pode até mudar agora se quiser hauhauhauhau já peguei tudo o que queria e só estou te mandandu esse mail pra te avisar que esses textinhos aqui abaxo serão mandados pro mail da Gil da uma sacada ai e se lembra deles ai embaixo...

Gil vai adorar saber que o namoradinho ta molhando com uma Renata vagabunda qualquer que parece também que tem namorado é uma ex sua é?


você não merece uma garota que nem ela rapa a gil é muito especiau pra muita gente, e pra mim muito mais q qualquer um C ja tava me devendo uma des das antigas quebrasdas de guri

pode me chamar de distruidor de lar mas prefiro ser chamado de justicero não tratou bem da mina esse vai ser seu pesadelo.



Neste mesmo email eu disse que só pelo fato da gente voltar a se falar já valeu a pena não ter morrido no acidente!
Quer fazer mais bem pra alguém do que isso?
O que me faz mal é a sua ausência!





hahahahahaha





Eu tô bem confuso, tb não quero fazer nada errado c/ ninguém, mas...
O que sinto por vc é mais forte que a razão, Rena.

Eu SEI que rola um sentimento entre nós.
Mas na real, vc nunca me disse nada sobre o que sente ou pensa de mim



Posso te dizer que gosto demais de vc, não quero te perder



Tava chateado porque achei que vc fosse sumir, e isso seria péssimo (pra mim).
Você é importante pra mim, Renata, acredite.
Ainda quero te ver.
Beijo @

Foi muito legal vc ter me procurado, valeu a pena eu não ter morrido em 2005 naquele acidente de moto.


Ahn, cê me viu c/ minha namorada? A gente passando pelo sinal?...
Deve ter sido no sábado, né? Fomos ver "Infância Roubada", um filme duca lá da África do Sul, tá passando este semana (acho que o último dia é hoje) naquela sessão Cine Cult, que rola às 3h00 e custa $4,00 a inteira...
Mas eu e minha namorada tamos nas últimas, levando c/ a barriga...
Tô querendo terminar e tal, só não tive a chance ainda.

Bom, Rena, acho que tenho que ir, a produtora tá aqui no meu pé.
Beijão, parabéns, vc é d+...

Anônimo disse...

Isso ai são só algumas parte de todos os mails é você saber né?

é a terceira vez que tento achar alguma coisa no seu mail valeu apena ou nao valeu?

VALEU PA CARAIU