segunda-feira, junho 09, 2008

Q DE QUALIDADE
Essa máquina substitui o cérebro dos apresentadores

No último sábado a jornalista Zileide Silva passou por maus bocados apresentando o Jornal Hoje. Logo no início da transmissão, o tele-prompter falhou e ela não soube o que fazer. Durante 15 segundos, olhou p/ as câmeras c/ olhos esbugalhados e ar de pânico, balbuciando palavras como “me perdi aqui, desculpem", "vamos ver aqui”, “tá, hum, hum, tá”, “vamos tentar”, “gente, não dá!”... provavelmente, respondendo aos gritos do diretor no ponto eletrônico. Muito nervosa e desorientada. Eu estava almoçando c/ a TV ligada e vi tudo em tempo real. Foi de dar pena, e de chorar de rir ao mesmo tempo.
Tele-prompter é o monitor no qual o apresentador lê as notícias a serem exibidas. Zileide não é nenhuma iniciante. Já foi repórter de economia do TJ Brasil, do SBT, e era correspondente da Globo em Nova Iorque quando aconteceu o atentado das torres gêmeas em 2001: "É chavão, mas fui testemunha ocular de um fato histórico". Atualmente, faz parte do quadro de rodízio de apresentadores de sábado do Jornal Hoje. Ela poderia simplesmente ter dado uma desculpa tipo “problemas técnicos”, mas sua reação foi tão bizarra que instantaneamente virou hit no YouTube, c/ 10 vídeos baixados. Gafes no ar são relativamente comuns em telejornais, principalmente porque são transmitidos ao vivo. A séria Lílian Wite Fibe já teve uma crise de riso enquanto dava uma notícia, William Waack já chamou a repórter Zelda Melo de "Zelda Merda” num ato falho, a câmera do Jornal Nacional já ficou desgovernada, etc. No canal Globo News, o logo do noticiário já caiu atrás da apresentadora e Ernesto Lacombe já se viu às voltas c/ uma mosca. Até Galvão Bueno já teve que apresentar ouvindo a torcida no estádio mandá-lo tomar lá onde não bate sol. Mas nenhum deles ficou tão desestabilizado quanto Zileide no último sábado.
Se serve de consolo p/ ela, o caso mais clássico de mico em pleno ar ainda é do Fernando “Alô, você!” Vanucci. O cara já tinha sido despedido da Globo por “motivos alcoólicos”, mas no final da Copa de 2006 ele se superou, apresentando o Bola na Rede, da Rede TV, totalmente mamado. É claro que foi despedido. De novo.

4 comentários:

Álvaro Müller disse...

Jornalista refém de tele-prompter? NEM MORTO! Por isso prefiro o impresso. Sou refém da minha escrita. hehehe

Gita disse...

kakakaka.... QUE É ISSO? kakaka..
meu,muito engraçado!!!

GITA

Anônimo disse...

Rarar,acessei os links,cara muito engraçado. O vanucci é um comédia mesmo.

REC PE

xandao disse...

Geral mandando o Galvao tomar foi a melhor, huahuahuahua