quarta-feira, fevereiro 10, 2010

CARNAVAL ZUMBI
Carnaval vem sempre/ pra tremer a terra”, canta a Nação Zumbi no disco Fome de Tudo, de 2007. Oficialmente, carnaval só começa no sábado, mas vai dizer isso pro pessoal de Salvador, Recife, Olinda, Rio de Janeiro...

Aracaju é uma das cidades onde a gente mais tocou”, garante Jorge Du Peixe, vocalista da Nação: “É sempre muito bom tocar aqui. É pacata, praieira, e o sergipano acolhe a gente muito bem.”

É isso. Aracaju é pacata. Até os carnavais de Pirambu e Neópolis, cidadezinhas litorâneas do interior, bombam mais que o daqui. Pra quem gosta de gandaia, sobram o Pré-Caju – sucursal do carnaval baiano – em janeiro, que como o nome diz é uma prévia carnavalesca; e os festivais do governo e da prefeitura, respectivamente Verão Sergipe e Projeto Verão.

Ano passado Manu Chao passou por aqui. Este ano, entre nomes que iam de Jota Quest e Dudu Nobre [no festival do governo] a Belo e Farofa Carioca [no evento da prefeitura], a Nação Zumbi foi convocada de última hora p/ substituir Jorge Ben Jor, que preferiu tocar na Amazônia.

A Nação já tocou umas 5 ou 6 vezes nesses festivais, está aqui praticamente todo ano, se contarmos c/ os shows independentes realizados pelos produtores locais, como a Marginal em 1999 [estréia na cidade] e o Lacertae em 2003. Agora, imagina a banda dando a seguinte entrevista p/ a TV local:

[...]

REPÓRTER: - É a 1ª VEZ que vocês estão aqui no Verão Sergipe...

DU PEIXE: [em off] - Não é a 1ª vez não, véio!

REPÓRTER: - Ah, não é a 1ª vez não, né? Então, estando aqui no Verão Sergipe, esse clima...

[...]

Hahaha! Eu não ria tanto assistindo uma entrevista desde que o CQC saiu de férias. Pra começo de conversa, o nome do evento era Projeto Verão. De resto, não precisa nem falar. Veja você mesmo:

video

Bruahaha! Danilo Mecenas, o ‘repórter inexperiente’... Parabéns pro Jorge pelo profissionalismo e boa vontade. A reação dele à pergunta inicial, e Dengue tendo que explicar “o que é manguebeat”, realmente impagável.

O Danilo tem 19 anos, é estagiário de edição e não ganha nada p/ fazer essas reportagens. Há de ser perdoado. A Nação tem quase a mesma idade – em 2009 comemorou os 15 anos da estréia em vinil c/ Da Lama Ao Caos, “nos bons tempos de Chico Science & Nação Zumbi”, palavras do próprio Jorge. Já estão acostumados.

Começaram o show c/ “Fome de Tudo” e seguiram emendando várias do último disco c/ o homônimo de 2002, mais algumas do Rádio S.A.M.B.A., de ’99, e várias dos 2 álbuns c/ o Chico: “Praieira”, “A Cidade”, “Banditismo Por Uma Questão de Classe”, “Maracatu Atômico”, “Macô”, “Manguetown”... Os momentos mais doidos foram “Blunt of Judah” emendando c/ “Coco Dub” e a cover de “Umbabarauma”, do outro Jorge, o Ben. Fiquei esperando Los Sebosos Postizos encarnarem ali mas não rolou nenhum espiritismo, só gelo seco & jogo de luz, deixando o que já era chapado ainda mais psicodélico.

A estética muda a cada disco e as músicas vivem em evolução constante pros shows”, explica Du Peixe. Os caras estão c/ um novo site e um DVD inédito, gravado em Recife no mês de dezembro. Deve ser lançado ainda no 1º semestre.

Em 2008, eles tocaram na Rua da Cultura. A AP.TV esteve lá e fez uns takes rápidos do show. “Hoje, Amanhã e Depois” foi a única música gravada inteira. Na ocasião, eu estava dirigindo o Periferia – que irá estrear na TV Brasil rebatizado como É Tudo Nosso – e peguei essas imagens, usei fotos e um fundo caleidoscópico, sincronizei tudo c/ o áudio original e fiz um CLIP extra-oficial e ainda inédito na internet.

Nação Zumbi versão Viva La Brasa. “Isso não tem fim”...


video

Nem no YouTube nem no Vimeo vocês encontram.

IMAGENS: entrevista – Eduardo Freire / clip – Carlos Bonfim / fotos – Sílvio Rocha

10 comentários:

Anônimo disse...

Porrrra! O Danilo é um bom menino e a culpa não é dele. Decerto as perguntas cretinas estavam e uma pauta não menos cretina. Se é que existia pauta para o repórter inexperiente.
É por isso que repóter inexperiente tem que fazer matéria de rua esburacada até ficar craque para o improviso.
Alvilão Caninha

Viva La Brasa disse...

Lembra do Danilo Gentili qdo entrou no CQC? Lembrei logo do mote do "repórter inexperiente" qdo vi essa entrevista... Hahaha, muito engraçado...

alysson.ma :-@ disse...

que aconteceu com o seu video clip que não tá aparecendo, foi censurado pela gravadora dos caras? :D

Viva La Brasa disse...

BUG DO BLOGGER...
JÁ É O 2º ESTE ANO.
UM DIA A CASA CAI.

Brian disse...

19 anos fazendo cobertura do projeto verão (que também é chamado de verão sergipe)quantos estão lá com esta idade ? Se ele é tão ruim porque você mesmo não fez ? Inveja não ? Curioso ...

Viva La BRasa disse...

Danilo é meu amigo, ô mané.
Tá c/ pena, leva pra casa...

Brian disse...

Amigo ? Cada um com seu conceito de amizade ... mané [2] kkkkkkkk

beris disse...

Cadê a tal 'experiência' nessa publicação?

Sinceramente, o que vi foi a exploração de um erro de uma pessoa, como dito, inexperiente que não merece tanto estardalhaço. Não há nesta matéria nenhum teor verdadeiramente informativo só babozeiras e críticas ao trabalho de um estudante.

A 'experiência' aqui apresentada é conhecida por outra expressão também: "encher linguiça".

É isso. Se for falar procure falar de coisas mais interessantes que um simples erro.

Porque não explorou a matéria sobre o campeonato sergipano de bodyboard feita pelo mesmo reporter? Críticas negativas são sempre mais fáceis de fazer não é?

Riot disse...

calma gentis!..eu tb ri muito com a entrevista,e daí?
pelo que vi,o proprio danilo nem se pronunciou,deixem de recalque e vão fazer algo que preste..
;p
ah!muito legal o clip

Viva La Brasa disse...

1) comovente a defesa pública dos "daniletes", snif...

2) amigo tá aí pra ser zoado, principalmente se for estagiário.

3) por que cargas d'água eu escreveria sobre BODYBOARD??!!!