segunda-feira, maio 17, 2010

HORRIVER PLATE Você não vale nada mas eu gosto de você...”, canta a banda de forró Calcinha Preta, um dos patrocinadores do futebol sergipano. Sergipe é o menor estado do Brasil, e c/ a bola nos pés somos tão grandes quanto.
O time que carrega o nosso nome, Club Sportivo Sergipe, comemorou seu centenário em 2009 sem nenhum título, e nosso melhor representante no campeonato brasileiro, a Associação Desportiva Confiança, disputa a 4ª divisão. Em 2008, diante da boa campanha do ‘Dragão do Bairro Industrial’ no início do brasileirão, a torcida organizada Trovão Azul bolou um hino de incentivo p/ o Confiança: “Vamo subir, Dragão! Vamo subir, Dragão!..” O hino não durou nem até o fim do campeonato.
Sergipe e Confiança são os 2 maiores campeões estaduais, 31 títulos contra 17 respectivamente. Geralmente a taça fica c/ um dos 2, mas o novo campeão sergipano de futebol é do interior e tem nome de time argentino: River Plate de Carmópolis. Não seria um mau agouro, em ano de Copa do Mundo? “É bom e pode ser ruim, mas não por essa razão”, explica Thiago Barbosa, jornalista expert em futebol: “Bom porque é um time novo que vem surgindo com força, e ruim porque quase todos os recursos do River são investidos pela Prefeitura. Caso mude a gestão nas próximas eleições, o time corre o risco de ser um novo Olímpico Pirambu, campeão em 2006 e hoje falido.”
O River Plate atropelou este ano, vindo do título da 2ª divisão do estadual ano passado: meteu 3x1 no Sergipe em fevereiro, venceu os 2 turnos, e bateu o Confiança na final por 1x0 c/ uma rodada de antecedência. Tudo isso na capital, no estádio Lourival Batista, o ‘Batistão’. No mês de abril, o Thiago me convidou a dirigir uma série de reportagens especiais c/ os semifinalistas do Sergipão 2010 p/ o programa Bola em Jogo. Durante as gravações, notei que os maiores destaques dos times adversários eram os goleiros, enquanto o esquema do River era todo ofensivo: do técnico, o ex-jogador Rocha, ao atacante Bibi [foto], artilheiro da temporada c/ média de 1 gol por partida.
A Sociedade Esportiva River Plate é um clube de futebol brasileiro”, assim está escrito na Wikipédia, "[...] e suas cores, nome, escudo e uniforme são uma homenagem ao River Plate da Argentina.” Após o título, estuda-se a realização de um plebiscito p/ a mudança do nome da equipe p/ Associação Desportiva Carmópolis, e a cor do uniforme de vermelho e preto p/ azul e branco. Qualquer semelhança não será mera coincidência: o patrono do River e o atual presidente do clube já fizeram parte da diretoria do Confiança... Mas engana-se quem pensa que a maldição argentina acaba aí. O time oficial da vizinha Cristinápolis – adivinha – é o Boca Junior.
video
imagens: Kesley / reportagem: Thiago Barbosa
direção e edição: Viva La Brasa / AP.TV 2010

Um comentário:

rafa disse...

Realmente o futebol sergipano anda ruim das pernas, houve um tempo que ainda acreditávamos que podíamos ir mais longe, mas hoje tá difícil.