sexta-feira, novembro 12, 2010

QUADRINHOS DEPENDENTES 
MATIAS, JUCA & VANESSONIC - EDITORES DA TARJA PRETA - SEGUNDO ALLAN SIEBER
Daniel Juca & Matias Maxx formam uma dupla nada dinâmica. Os dois ‘locais’ do bairro de Botafogo apavoram o Rio de Janeiro desde 2003 c/ a Tarja Preta – a High Times das histórias em quadrinhos – e suas respectivas festas de lançamento. Queimando tudo até a última ponta, estão mais p/ Cheech & Chong do que Batman e Robin. Até porque eles gostam é de mulher.
Quando conheci Matias, em 2004, ele namorava a produtora Vanessonic. Fotógrafo profissional e jornalista gonzo, saiu pegando geral quando terminou o relacionamento, e ano passado ciceroneou a tatuada Tara McPherson na turnê da desenhista americana pelo Brasil. Inspiração p/ o personagem Capitão Presença [criação de Arnaldo Branco], Maxx define-se como “um habitante da selva de pedra tropical do terceiro mundo, anarquista de pé na areia e antena no mundo, dedando o olho da mediocridade e hipocrisia, ‘besando’ e mordendo as belas coisas da vida”.
Juca é mais ‘low profile’, ao ponto de dormir durante uma entrevista c/ Marcelo D2. Ex-balconista de locadora de vídeo e autor da tira Pilha Errada, começou a discotecar acompanhando o ‘hermano’ nas ‘fiestas’ Tarja Preta e hoje é um dos DJs mais requisitados do underground carioca. “Tô nessa há 5 anos, hoje faço 3 festas mensais: The Bangarang (especializada em Jamaica anos 60 e 70 – rockstead, ska e early reggae), Oh Play That Thing (jazz e vertentes) e SuperBacana (música internacional brasileira). 
Nos últimos 4 anos Juca dedicou-se ao projeto de um filme em parceria c/ outro Daniel, o Paiva, enquanto Matias Maxx tem se dedicado ao negócio que ele abriu em Ipanema. Sua ‘head shopLa Cucaracha promove festas e exposições como o Grande Coquetel de Quadrinhos Dependentes, que acontece hoje à noite c/ “presença dos responsáveis pelas publicações TARJA PRETA, GOLDEN SHOWER, QUASE, SAMBA e outras celebridades da HQ bagaceira nacional”. Palavras do próprio ‘boss’, mas não sei se ‘responsáveis’ é o termo apropriado aqui...
Enquanto isso, o filme do Juca ficou pronto e estreou esta semana na Rio Comicon, a convenção internacional de quadrinhos que pela 1ª vez acontece no Brasil. MALDITOS CARTUNISTAS é um documentário longa-metragem que reúne a nata & a escória da HQ nacional: Adão, Angeli, Allan Sieber, Arnaldo Branco, Caco Galhardo, Chiquinha, Guazelli, Fábio Zimbres, Fernando Gonsales, Jaguar, Laerte, Leonardo, Maurício de Souza, Mutarelli, Ota, Schiavon, Ziraldo etc.
Resolvemos gravar porque queríamos conhecer os artistas, que são nossos ídolos”, explica o co-diretor Daniel Paiva: “E não existia nenhum filme parecido que entrevistasse todo mundo.” Além de funcionar como um painel da profissão no Brasil, M.C. traz a última entrevista de Glauco, o criador de Geraldão assassinado no início do ano. “O fato de eu e o Daniel desenharmos ajudou a deixar o papo mais tranqüilo e informal”, diz Juca: “Só foi mais complicado c/ aqueles que não costumam responder e-mail, e com o Maurício, que reserva um dia apenas p/ dar entrevistas”.
Entre fazer comédia na televisão e cartoon, é mais difícil dar entrevistas”, falou o humorista Reinaldo do Casseta & Planeta à repórter do IG Larissa Drumond. Presente à Comicon p/ lançar seu livro de charges Noite de Autógrafos, ele é um dos entrevistados. “Eu tento desenvolver algum raciocínio e fico meio sem jeito”, comentou sobre sua participação: “Se eu estivesse fantasiado de Osama talvez fosse mais fácil.” 
Quem assistiu, gostou. “Filme MALDITOS CARTUNISTAS é destaque do segundo dia de Rio Comicon”, escreveu Larissa em sua resenha: “[...] mesmo longo, está bem longe de ser cansativo – talvez pela edição bem elaborada e inteligente ou pelo bom humor peculiar dos desenhistas, que facilmente arrancam risadas do público.” Um desses caras é o Allan, nosso amigo em comum: Se você for representar um cartunista graficamente, você pode desenhar um cara pedindo dinheiro c/ uma caneca.
A produção é totalmente independente. “Usamos nosso próprio dinheiro, pegamos câmeras emprestadas e pagamos nossas passagens para ir a São Paulo, onde a maioria das entrevistas foi realizada”, conta Paiva. “Lançamos primeiro na Comicon porque é nosso público-alvo e os próprios cartunistas puderam ver juntos.
Além da festa de hoje à noite na La Cucaracha, amanhã [sábado] acontece a Grande Festa dos Quadrinhos (in)Dependetes no Rock’n’Drinks, em Copacabana, c/ a dupla hidropônica comandando as carrapetas c/ seus ritmos latinos. Como Matias anda muito ocupado c/ suas atividades de homem de negócios, Juca resolveu chamar p/ si a responsa de seguir publicando a Tarja Preta. “A nº 7 deve sair ano que vem reformulada, eu vou assumir o projeto gráfico, hehe”, me falou ontem via Facebook.
Matias Mad Maxx e Juca K-Joo são gente que faz”, diz Allan. “Quer dizer, há controvérsia se eles são gente, mas definitivamente fazem!
DJANGO BROTHERS Medo & Delírio em La Cucaracha
MATIAS & JUCA NA REDAÇÃO DA REVISTA
 
 TARJA PRETA É O PURO VENENO DA LATA
'APAVORIZANDO' C/ AORIS AUTHON NA ADIDAS HOUSE PARTY
'FIESTAS' C/ ARTE DE NOMES COMO A AMERICANA TARA MCPHERSON
MATIAS [À ESQ.] FOI O 'TOUR MANAGER' DE TARA [DIR.] NO BRASIL
LA CUCARACHA, O POINT MAIS QUENTE DE IPANEMA
AMANHÃ TEM FESTA DOS QUADRINHOS EM COPACABANA
'SURUBIZARRA', SÉRIE DE CARTUNS DO JUCA

3 comentários:

Espedito disse...

Adolfo, ainda tenho aquela Tarja Pret que você me enviou, valeu irmão! Essa revista é muito legal. Abraço, EXP.

Kátia disse...

KKKKK

Anônimo disse...

caralho, eu quero ver esse filme "malditos cartunistas", comé que eu faço?