terça-feira, janeiro 25, 2011

FLIPANDO 
'FLIP', AQUI, NÃO É SIGLA P/ FEIRA LITERÁRIA INTERNACIONAL DE PARATY
Em tempos de aéreos 360, alley-oops e sex changes, uma manobra continua inédita no surf: o kickflip. Criado por Rodney Mullen no início dos anos 80, tornou-se um movimento básico do skate, ponto de partida p/ hards, heels & varials. Dentro d’água, permanece um tabu.

Nunca nenhum surfista completou um flip perfeito sobre uma prancha. O primeiro a arriscar foi o havaiano Flynn Novak, que já acumula 10 anos de tentativas. Na teoria parece fácil: ao aplicar o ollie, posicione o pé da frente perto da borda e deslize o pé de trás fazendo o objeto girar. Mas vá tentar...

O negócio é tão embaçado que a marca americana Volcom ofereceu US$ 10.000,00 ao primeiro que enviar uma imagem de um flip completo no surf. Seu garoto-propaganda é o aerialista australiano Ozzie Wright, um dos favoritos ao prêmio – e que por enquanto ficou só no favoritismo.

O concurso já se estende por 3 anos. Os californianos Josh Sleigh e Mike Morrissey postaram vídeos de kickflips incompletos e portanto não levaram nada. Zoltan Torkos completou 2 flips em dezembro do ano passado, mas em ambos voltou deitado na prancha p/ então se reerguer. Não vale.

Se vacilar, quem vai pôr as mãos nesses dólares será algum brasileiro. Em São Paulo, o ‘weirdo’ Etham Paese é um dos mais instigados mas quem conseguiu um giro completo foi o catarinense Ricardo ‘Rikinho’ Wendhausen, filho do shaper Wanderbill. Até agora ele foi o único a preencher os pré- requisitos: kickflip alto sobre o lip voltando c/ os pés na prancha. Não conseguiu conectar a onda na aterrissagem, mas voltou, apesar dos gringos não admitirem.

Os $10 mil ainda estão valendo. Alguém se habilita?




1ª aterrissagem completa de um kickflip no surf - Ricardo Wendhausen 'Rikinho' 2009

Um comentário:

Espedito disse...

Olhando os vídeos, inclusive os links acho tambem que o brasileiro devia ter vencido o concurso.