quarta-feira, fevereiro 09, 2011

VIVA EL ROQUE 
Rio de Janeiro e São Paulo são cidades grandes, tão grandes que já saíram do controle. Muita gente, muito trânsito, muita violência. Ônibus cheio, trem lotado, engarrafamento. Arrastões, assaltos, assassinatos. Muito stress. O lado bom é que também tem muita festa, muita gig e, no caso do Rio, muita praia. No meio da semana você pode ir a uma exposição, um happening e emendar numa balada. Desde que tenha grana e disposição.

Mas nem precisa de tanta grana assim. Sabendo onde ir, dá p/ curtir gastando pouco. Hoje mesmo acontece noite de autógrafos na MENT POSTER EXPO, séries de telas numeradas e posters pintados à mão pelo grafiteiro carioca Marcelo Ment. “Gosto do trabalho de Ment”, diz André Chagas, melhor grafiteiro de Aracaju: “Junção de letra c/ personagens c/ um estilo inconfundível, ele também tá no novo painel localizado na Lapa, feito pelos principais grafiteiros cariocas.

A exposição começa hoje e fica aberta p/ visitação até dia 16 na La Cucaracha, headshop do meu amigo Matias Maxx em Ipanema. “Marcelo Ment é conhecido pelos personagens e letras espalhadas nos muros da cidade, da zona sul à zona norte”, diz Matias. Algumas telas foram feitas exclusivamente p/ a expo: “Impressas e customizadas. Transpondo seu estilo p/ o papel, o artista explora técnicas e suportes diferentes, além de resgatar a sua base: o desenho livre.

Outra exposição que começa hoje é a Timeless em São Paulo. Na real não é bem uma exposição, é um ‘happening’. Trata-se de um projeto em que DJs e VJs interagem c/ documentários gravados ao longo de 2009, numa série de shows dedicados a 3 compositores-arranjadores: o brasileiro Arthur Verocai, o americano Atwood-Fergunson e o etíope Mulatu Astatké – um filme p/ cada.

O processo foi todo registrado e os shows, captados pelo fotógrafo, filmador e produtor B+, a.k.a. Brian Cross”, escreveu Ronaldo Evangelista em seu blog Vitrola. “Parte do plano: em 2010 os shows foram lançados em DVD (e álbuns) com o maior capricho, em um Box com ainda de bônus uma mix da carreira de Verocai pelo DJ Nuts e o set africano de Quantic quando do show do Mulatu. Mas não são só os shows, são filmes com olhar especial sobre músicos sem época fazendo sons elevados. Buscando, instigando e registrando momentos de inspiração.

Depois de Nova York, Los Angeles, San Francisco e Chicago, agora é a vez de São Paulo receber Timeless. Até sexta, o vj J.Rocc se apresenta no Espaço Unibanco de Cinema, mixando no Serato. Na trilha: jazz latino, funk brasileiro, música orquestrada. E a partir de amanhã, 10/02, começa a série Viva El Roque, festas rock’n’roll no bar Astronete, na Consolação, em pleno coração de SP. Durante 3 semanas 3 DJs se alternarão no comando das carrapetas. Na gig de abertura, Luiz Calanca da Baratos Afins, loja de discos & selo musical que lançou Arnaldo Baptista e Plástico Lunar, entre outros...

Se você arrumar um flyer, ganha um Mojito no bar.



Um comentário:

Anderson Ribeiro disse...

Viva el rock! Viva la Brasa!