sexta-feira, fevereiro 04, 2011

ZUMBILÂNDIA


MUITO VIVOS. ARTE: AUTOVOLTA

Zombieland é uma comédia hollywoodiana sobre zumbis. C/ Woody Harrelson e Bill Murray, rendeu mais de $60 milhões de dólares nas primeiras duas semanas de exibição nos EUA, ultrapassando o remake de Dawn of the Dead p/ se tornar o filme de zumbi de maior bilheteria até hoje. Halloween é uma franquia cinematógrafica de terror iniciada em 1978 c/ o 1º da série dirigido por John Carpenter. Desde 2007 vem sendo conduzida pelo cantor Rob Zombie, que abandonou a carreira no heavy metal p/ ocupar a cadeira de diretor dos filmes. The Walking Dead é uma série de televisão baseada na história em quadrinhos do roteirista Robert Kirkman, um sucesso editorial vencedor do Eisner Awards 2010. Na TV, estreou em 31/10/2010 c/ audiência de mais de 5 milhões de telespectadores, recorde em canais a cabo. O último episódio da 1ª temporada foi ao ar dia 05/12 e foi assistido por 6 milhões de pessoas. No Brasil, The Walking Dead estreou dia 02 de novembro e é o programa mais assistido do canal Fox.

Esse negócio de zumbi dá dinheiro. Que o diga José Sarney. Senador pelo Amapá, apesar de morar no Maranhão, declara sua riqueza em R$ 5 milhões, mas o patrimônio de sua família chega a $250 milhões de reais em imóveis, emissoras de rádio e TV e terrenos p/ exploração de petróleo e gás natural. Há meio século no poder, Sarney esteve ao lado de TODOS os presidentes desde o 1º governo militar, nos anos 60. “Quando um homem é bom amigo, também tem amigos bons”, escreveu Niccolo Maquiavel em O Príncipe. Em 2005, Ribamar acalmou os ânimos do PMDB durante o escândalo do mensalão e salvou o governo Lula. Em 2009, o Presidente segurou a onda do velho Sarna durante o escândalo dos atos secretos. Aos 80 anos, o ‘imortal’ da Academia Brasileira de Letras foi reeleito esta semana p/ seu 4º mandato consecutivo na presidência do Senado. C/ aprovação da Presidente do Brasil, Dilma Rouseff.

A eleição aconteceu na terça, 02/02, dia de posse do novo Congresso. Dilma esteve presente e roubou a cena. Bom, p/ qualquer coisa que ela roube desses caras terá 100 anos de perdão. Cada parlamentar ganha R$ 26.700 por mês p/ trabalhar 3 dias por semana. Se contarmos os R$ 51 mil de verba de gabinete; R$ 15 mil de ‘verbas indenizatórias’ [combustível, hospedagem, consultorias]; R$ 4 mil de custeio de telefone e postagem de cartas [!!!]; R$ 3 mil de auxílio-moradia e uma cota de passagens aéreas que varia de R$ 6 mil a R$ 16,5 mil; os vencimentos de cada um desses excelentíssimos senhores ultrapassa os $100 mil reais todo mês. Só de ajuda de custo, o Congresso nacional custa R$ 600 milhões aos cofres públicos por ano. São 513 deputados federais c/ mandato de 4 anos e 81 senadores p/ 8 anos.

No Senado, 27 parlamentares foram eleitos em 2006 e permanecem até 2014; 17 são senadores reeleitos, 5 são ex-senadores e 32 estrearão na casa. Entre os nomes ‘novos’ está o PAI de Garibaldi Alves, do PMDB do Rio Grande do Norte. Garibaldi pai tem 87 anos, e ocupará a vaga do filho, que comemorou hoje, 04/02, seus 64 anos. Garibaldi Filho se licenciará do cargo p/ assumir o Ministério da Previdência, e deixará seu pai lá, como o funcionário público que vai embora mas deixa o paletó pendurado na cadeira do birô. Outro novato, o ex-presidente da UNE Lindbergh Farias, líder dos caras-pintadas em 1992, movimento que levou ao impeachment do Presidente Fernando Collor, deu de cara c/ seu desafeto. De partidos aliados – Collor é PTB, Farias é PT – os dois trocaram sorrisos e palavras por alguns minutos. “Ele foi gentil apertou minha mão”, diz Lindbergh. “Aquele foi um momento da história do país”, contextualiza. Ele está cotado p/ substituir seu novo amigo no comando da Comissão de Infraestrutura.Os homens prudentes sabem sempre tirar proveito dos atos a que a necessidade os constrangeu”, vaticinou Maquiavel.

Dos mais de 500 deputados, 288 foram reeleitos ou já passaram pela Câmara. Apenas 61 estreantes na política, entre eles celebridades como o ex-pugilista Popó, o ex-futebolista Romário e o ex-BBB Jean. Quem? Jean Wyllys é conhecido como o primeiro gay a vencer o Big Brother Brasil e se elegeu pelo PSOL do Rio de Janeiro. Ao ver Romário [PSB/RJ] no plenário, fez questão de tirar uma foto ao lado do campeão da Copa de 94, que na real só se candidatou porque estava cheio de dívidas c/ pensões de suas várias ex-mulheres e durante a cerimônia da posse mostrou-se sério e concentrado, tentando se esconder do assédio dos fãs. Bem mais à vontade estava o deputado Francisco Everardo Oliveira Silva, do PR de São Paulo. Mais votado do Brasil, Tiririca teve que passar por um teste diante de um juiz p/ provar que não é analfabeto. Acompanhado da esposa Naná, o palhaço foi o mais aplaudido na cerimônia e diz que vai levar seu mandato “a sério”. Gênio da raça e gentleman nato, a todos que o cumprimentavam ele agradecia cordialmente: “Muito obrigado. Um grande abraço por trás.

Até agora, tirando as disputas dos partidos por cargos no governo – PT x PMDB – e as disputas internas nos próprios partidos – tipo PSDB – o único grande embate de idéias que ocorreu foi entre o deputado Acelino de Freitas, do PRB baiano, e o senador Eduardo Suplicy, do PT paulista. Ao ser perguntado quais seriam seus desafios na Câmara, Popó respondeu: “Eu soube que o Suplicy é lutador de boxe, o primeiro a desafiar vai ser ele e o Magno Malta [senador do PR capixaba]. São dois metidos a lutador de boxe, esse vai ser o meu primeiro desafio.” Seqüelado e pai do Supla, o senador, que treinou box diletantemente na juventude, engoliu a corda, marcou data e lugar p/ confronto, e começou a treinar: “Eu já estou em boa forma. Na segunda-feira corri 41 minutos, tenho feito ginástica. Vocês vão ver. Me senti honrado por ele ter me chamado p/ este desafio.” Desde que se separou de Marta [vice-pres. do Senado], o quadro clínico de Suplicy parece ter se agravado: vestiu sunga vermelha por cima do terno empolgado c/ Sabrina Sato e volta e meia canta umas músicas no púlpito – seu repertório vai de Bob Dylan, Cat Stevens e Geraldo Vandré até Racionais MC’s.

Mas Suplicy teve pelo menos um grande momento nos últimos anos, ao comparar o Senado a um jogo de futebol e apresentar um ‘cartão vermelho’ simbólico ao presidente da casa, José Sarney – quem mais seria? “Luto c/ o Popó na hora que ele quiser”, desafia o intrépido político. 4X campeão do mundo nas categorias leve e super-pena, 34 anos mais novo, Popó levou na esportiva e disse que tudo não passou de mal-entendido. Os dois até se reuniram no gabinete do senador Magno Malta [PR/ES].  A luta seria às 8h da manhã de 03/02 em Brasília, c/ ingressos a $1 real p/ o projeto Renda Básica de Cidadania. No mesmo dia, o Planalto liberou mais dinheiro além dos R$ 148 milhões de janeiro p/ emendas propostas por parlamentares através dos “restos a pagar”, recursos de obras públicas do ano anterior c/ pagamentos pendentes. Isso ocorre quando uma obra não é concluída em dezembro, por exemplo. Essa grana é moeda de troca p/ deputados e senadores em seus redutos eleitorais. As emendas foram liberadas por pressão do PMDB, o partido de... você já sabe.

O primeiro método para estimar a inteligência de um governante é olhar para os homens que tem à sua volta”, disse Maquiavel. “Toda a ação é designada em termos do fim que procura atingir.

POPÓ E SUPLICY COMEÇARAM O ANO SE ESTRANHANDO
ENQUANTO LINDBERGH E COLLOR ERAM SÓ SORRISOS
ROMÁRIO ATRAI A ATENÇÃO DOS FÃS... E DAS MULHERES
E O DEPUTADO TIRIRICA RI DE SUA MELHOR PIADA

Nenhum comentário: