domingo, março 18, 2012

NÃO SAIA DA TRILHA 
Baby venha cá/ C'mon me dá a mão/ Sinta o pulsar/ Pulsar do coração”... 

Aracaju é uma cidade jovem, menina-mulher que acaba de completar 157 anos. E como todo adolescente que se preze, gosta de rock. Nossa cena é foda.

A dupla The Baggios foi capa do caderno de cultura do jornal O Globo em fevereiro. Na última sexta-feira, a banda Maria Scombona distribuiu seu novo disco UNNU p/ a galera que passeava no Parque da Sementeira. Ontem, os Serigy All-Stars fizeram show-surpresa no calçadão da 13 de Julho. Não foi o primeiro happening do tipo: desde fevereiro, o evento CLANDESTINO vem invadindo espaços públicos p/ apresentações não-autorizadas de bandas como Robot Wars, Renegades of Punk e Mahatma Gangue, de Natal.

Eu também gosto de rock e apesar de não ter nascido em Aracaju, moro aqui há 23 anos e me considero sergipano. Em janeiro, assumi a direção da TV Aperipê, emissora pública, canal 2 local. Logo na primeira semana, dei de cara c/ 3 programas de alto nível quase prontos e engavetados. RÁDIO ACÚSTICO ROCK foi um projeto da Gabriela Caldas, premiada diretora de curtas-metragens que mora no Rio há 1 ano.

Gravados nos estúdios da Aperipê FM, os acústicos foram veiculados no ESPECIAL APERIPÊ, janela p/ documentários produzidos em Sergipe – a maioria pela própria TV – e exibidos toda quarta-feira à noite. Os primeiros a ir pro ar tiveram como protagonistas Reação, Alex Sant'Anna e a Banda dos Corações Partidos. A nova trilogia trouxe Snooze, Mamutes & Plástico Lunar.

Os 3 programas que você vê na íntegra contém novas versões pra velhas [e boas] canções. Léo Airplane, tecladista da P.L., aparece tocando acordeon, a Mamutes vivia sua fase mais bonita c/ a baterista Danuza Corumba, e a Snooze contava c/ o reforço nos teclados de James Bertisch, timpanista da Orquestra Sinfônica. “O James tava colaborando com a gente, fizemos alguns shows, gravamos umas músicas, um tributo ao Second Come e o ESPECIAL”, diz Fabinho, vocalista e baixista.

Foi uma experiência única, tanto pelo formato quanto pela qualidade do som e das imagens”, lembra Marcos Odara, batera da Plástico que também participou do ESPECIAL da Mamutes – banda da qual foi um dos fundadores. “Foi uma idéia ducaralho, a edição ficou perfeita e, claro, a oportunidade que a TV Aperipê abriu pras bandas foi algo inédito.

Plástico Lunar e Mamutes são bandas irmãs, na loucura, nos integrantes e nas influências: blues, psicodelia, soul, space rock & baião. Snooze é uma veterana da cena independente e já lançou vários discos. Escolha a sua preferida e boa viagem.

Passa pelo túnel/ Sistema nervoso/ Baby não demora/ Que eu já tô do lado de lá!

Este é meu presente p/ Aracaju. Cidade rock’n’roll. Menina-mulher.

Ela é quem conduz.

SNOOZE [exibido em 11/01/2012]

MAMUTES [exibido em 18/01/2012]

PLÁSTICO LUNAR [exibido em 25/01/2012] 

3 comentários:

Pistoleiro Billy disse...

PUXA VIDA MUITO LEGAL MESMO!!!
COMO BOM SERGIPANO QUE SOU, CURTO MUITO AS BANDAS DAQUI, PRINCIPALMENTE THE BAGGIOS, PLASTICO LUNAR, KARRANKA (DE ITABAIANA) E MUITAS OUTRAS!!!

QUE BOM QUE AGORA POSSO VER ESSES PROGRAMAS!

gabriela caldas disse...

por que tiraram os creditos do especial? q estranho..

gabriela caldas disse...

a louca eu vi agora os creditos hahahaha

parece coisa q cega so para criar confusao. eu juro q eu procurei 2 vezes mas os creditos tavam no meio da musica.

e eu nao vi.

desculpa

bjs

g.