sábado, dezembro 30, 2017

PUXE M10 
DEVINHO NOVAES EM REDE NACIONAL: TOPADO E ARROCHADO
Nem Pabllo Vittar nem Anitta, o artista do ano é o Vitas. O Príncipe da Voz de Golfinho, um russo que se apresenta com roupas neymatrogossenses num país onde homossexualidade dá cadeia, foi o Psy de 2017 viralizando nas redes sociais – apesar de seu hit “Ópera #2” ser de 2001. Quem não ouviu, cantou ou deu uma bela gaitada com o refrão “ah ah ah ah ah ah ah ah ah ah blblblblblblu ah ah”?
VITAS: IMPOSSÍVEL DESVÊ-LO
O Brasil é tipo a Rússia do mundo invertido. Aqui é quente, lá é frio; eles exportaram o comunismo, nós importamos o fascismo; tirando as diferenças pontuais, chegamos aos pontos de interseção: os povos são loucos, os políticos suspeitos e coisas estranhas acontecem. Cantando minha aldeia, como aconselhou Tolstoi, este foi um ano alvissareiro pras artes sergipanas.
The Baggios indicado ao Grammy e o retorno do Festival de São Cristóvão. Mestrinho em comercial de cerveja, Héloa virando musa em São Paulo. Festas de todos os tipos, da Viva La Brasa à Última Cumbia del Año. Artistas famosos e bandas topzera incluindo Aracaju na rota, de Odair José à Baiana System...
EXPULSO DE CASA E SALVO PELA AVÓ:
SORTE MADRASTA, VIDA DOCE
A tal sergipanidade nunca teve a autoestima tão lá em cima. Mas quem entregou mesmo o que o povo gosta foi o cantor de arrocha Devinho Novaes. Na Cidade Nova e Augusto Franco, bairros onde viveu a sofrência antes da fama, 'Alô Dono do Bar' é a mais tocada desde sempre. Wesley Safadão gravou e o clipe deles juntos já tem mais de 3 milhões de visualizações.
O Boyzinho tá estourado. Agenda lotada, começa 2018 fazendo show todo dia no mês de janeiro. Aos 20 anos já é o maior nome surgido na forte cena brega local, superando Unha Pintada e Big Love
Pode ser mais um viral, uma rapidinha que dá e passa. O fato é que por aqui Devinho é maior do que Vitas, Pabllo Vittar e Anitta. Da Barra dos Coqueiros ao Bairro Industrial, do Bugio ao Coqueiral, não se ouve nenhum paredão tocando Emicida ou Karol Conka. Juventude galerosa só quer que o dono do bar puxe uma moda. “E desce mais uma cerveja”...

Um comentário:

Adelvan disse...

O "dono do bar" é o maior sociólogo de whatsapp de Itabaiana, tou sempre compartilhando os esclarecedores audios dele ...